APRENDENDO NA GIS SP

A estrutura curricular que melhor representa a filosofia de educação da GIS SP baseia-se em uma abordagem transdisciplinar e investigativa. As crianças pesquisam temas de importância global, fazendo perguntas e utilizando-se de um raciocínio pautado em evidências para chegarem a suas próprias conclusões. Eles são encorajados a irem além da curiosidade básica para atingirem domínios mais profundos do pensamento crítico e da compreensão.

A filosofia Reggio está presente em nossas salas da Educação Infantil.

“ Toda criança possui cem linguagens, cem modos de pensar, de se expressar, e encontrar alteridade, com pensamentos que entrelaçam as dimensões da experiência e do saber, e não as divide.”

Nesta abordagem, crianças e professores são vistos como pesquisadores capazes e habilidosos, interessados em investigar o mundo que os circunda. Este envolvimento inclui explorar teorias, pensamentos e valores em  suas mais diversas formas de representação, como, desenho, dança, argila, música, pintura, luz e sombra, design e construção, e assim por diante. O professor analisa a documentação pedagógica que registra o modo de pensar e compreender do aluno, e o convida também para estudar e revisitá-la  a fim de promover novas experiências que enriquecem ainda mais o currículo.  Esta abordagem abrange a ideia de que a criança é uma participante integral de sua sociedade e criadora de uma cultura a ser contemplada e apreciada pelos outros.

A  sala de aula possui um papel central  na abordagem Reggio e é vista como o terceiro professor. Isto significa que deve ser um espaço convidativo onde as crianças sentem-se confortáveis para pensar, contemplar e explorar as unidades de investigação. É importante que elas se sintam seguras nesse ambiente para compartilhar suas ideias e descobrir possibilidades.